top of page

A influência da ativação e da ansiedade no desempenho esportivo

A maioria das modalidades esportivas de alto rendimento, ocasionam aumento da ansiedade e do estresse, o que caracteriza alteração dos aspectos psicológicos, bem como os aspectos cognitivos como atenção, concentração, raciocínio, entre outros, pois estes aspectos são influências que afetam diretamente o desempenho esportivo.


Atletas e treinadores, em algum momento, já experienciaram sintomas como dor no estômago, boca seca, mãos frias e úmidas, coração acelerado, tremor, insônia, preocupação, angústia, entre outros, sintomas estes característicos da ansiedade e estresse.


Existem ocasiões em que atletas relatam sentirem um nível de tensão elevada, mencionam que não conseguem ter autocontrole, o que origina o questionamento de, até que ponto o atleta precisa estar excitado ou relaxado para competição. É fundamental entender a ativação e como esta afeta o desempenho esportivo, assim como, buscar formas de analisar as demandas de uma determinada modalidade esportiva e avaliar os níveis de ativação de cada um dos atletas.


Para que, a melhor compreensão da relação entre ativação e desempenho esportivo, devemos entender o fenômeno ansiedade, pois ambos estão diretamente relacionados. A ansiedade é um dos fatores relacionado como influenciador do desempenho esportivo dos atletas, principalmente antes e durante o período competitivo, por tanto esta deve ser analisada cuidadosamente, para que, seja possível, otimizar o rendimento dos atletas e entender o momento em que o atleta apresenta nível de ativação elevada a ponto de causar sintomas de ansiedade.


A ansiedade esportiva subdivide-se em ansiedade cognitiva que está relacionada com a preocupação do indivíduo em superar-se ou superar o adversário, o que pode causar o questionamento sobre sua capacidade em obter resultados positivos em uma competição. A ansiedade somática, diz respeito aos sintomas fisiológicos sentidos devido à elevada ativação, em que o atleta pode ter reações como: aumento da pressão arterial, aumento da frequência cardíaca, aumento da tensão muscular, entre outros.


É demonstrado, que toda pressão sem uma gestão emocional balanceada, impede o atleta de alcançar o seu melhor resultado. Todo atleta, que tem conhecimento dos aspectos que precisa melhorar, poderá obter um resultado próximo do almejado e poupar seus limites, bem como, alcançar a sua alta performance. A avaliação do autoconhecimento promove um melhor resultado e consequentemente uma melhora no desempenho esportivo.



Dra. Andréa Duarte Pesca

Dra. Birgit Keller Marsili

48 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page