top of page

A Psicologia do Esporte e a Interdisciplinaridade


A psicologia do esporte refere-se aos fundamentos e processos psicológicos, bem como, as consequências da regulação psicológica das atividades ligadas ao esporte.

O centro do estudo da psicologia esportiva está nas diferentes dimensões psicológicas da conduta humana, sejam elas cognitivas, motivadoras, afetivas ou sensórias motora. Dentro desta área da psicologia os indivíduos investigados estão envolvidos no esporte, como é o caso de atletas, treinadores, árbitros, psicólogos, professores, médicos, fisioterapeutas, pais, entre outros.


Em esportes de alto rendimento, existe uma necessidade cada vez maior de integração dos diferentes membros que compõem uma equipe multidisciplinar esportiva. Por meio desta aproximação na relação profissional é permitido esclarecer os aspectos inerentes a melhor performance e proporcionar a manutenção do rendimento do atleta. O esporte de alto rendimento está relacionado a um elevado nível de seleção, rigor e exigência, por este motivo geralmente ocasionam ansiedade e preocupação demasiada, que pode afetar os processos psicológicos, cognitivos e fisiológicos de tal maneira que o desempenho esportivo começa a decair a ponto de se deteriorar.


Desta forma é preciso aprofundar as reflexões a cerca da psicologia do esporte como disciplina, principalmente do ponto de vista interdisciplinar, pois este processo é fundamental, por existir uma inserção cultural e social voltado para as práticas saudáveis, funcionais e de performance. Quando falamos de interdisciplinaridade, devemos focar em disciplinas com fronteiras da ciência mais permeáveis entre si, com objetivos delineados na pesquisa e na intervenção em comum, sem que haja perda da identidade de cada área em específica.


O homem é visto como um indivíduo que tem sentimentos, emoções, e que está sujeito às exigências do meio relacionando-se com os demais dentro da sociedade. Portanto, o que os atletas precisam, além de um bom #treinamento #físico, #técnico, tático, #psicológico, nutricional e fisioterápico não apenas nos treinamentos e nas competições, mas principalmente na reabilitação de #atletas lesionados, pois desta forma, o atleta será preparado como um todo.

É relevante ponderar que as diferentes disciplinas e profissões que agregam as ciências do esporte desempenham contribuições específicas, com foco nas demandas e procedimentos intrínsecos às suas relativas especialidades e competências profissionais.



Dra. Andréa Duarte Pesca

Dra. Birgit Keller Marsili



94 visualizações0 comentário
bottom of page